Qual a idade ideal para dar um smartphone aos seus filhos?

Untitled-design-Facebook-post-Custom-dimensions-Custom-dimensions-Custom-dimensions-5.png

Já iniciamos o post com a resposta: na verdade, não existe uma idade certa para dar um smartphone aos seus filhos. Como várias decisões da nossa vida, é preciso analisar cada caso.

Afinal de contas, as crianças já nasceram imersas na era tecnológica e muitas delas já possuem seus smartphones, presenteados pelos pais.

Pesquisa de 2017 da Opinion Box em parceria com a Mobile Time revela que 72% das crianças de 10 a 12 anos já tem celular próprio. Além disso, 28% dos pequenos com até 3 anos de idade já pediram um aparelho de presente – número que chega a 92% na faixa etária entre 10 e 12 anos.

Então, o que fazer? Como definir se é a hora certa de dar um smartphones aos seus filhos?

Separamos algumas dicas para te ajudar nessa importante decisão:

Converse com os pequenos antes de tomar a decisão

Antes de tudo, converse para saber os motivos de dar um smartphone aos seus filhos. Muitos pequenos chegam da escola com esse pedido, mas nem sempre sabem o por que querem ter um aparelho – afinal, se os coleguinhas têm, eles também querem ter.

Então, analise atentamente os motivos de eles te fazerem esse pedido. Nesses casos, é muito importante que a criança saiba que coisas materiais não devem ser colocadas em primeiro lugar.

Geralmente, antes dos 7 anos de idade, a criança enxerga o smartphone como um brinquedo qualquer, mas essa decisão realmente depende do seu caso específico.

Muitos pais presenteiam seus filhos com um smartphone para manterem contato com a criança, principalmente os que residem em cidades maiores. Por exemplo, para que ela ligue para casa depois de um treino para os pais irem buscá-la.

Portanto, analise com base na rotina de vocês. Caso contrário, uma solução pode ser adquirir um celular para o uso comum da família e a criança poderá utilizá-lo somente quando for necessário e autorizado por vocês.

Estabeleça regras antes de dar um smartphone aos seus filhos

Antes de dar um smartphone aos seus filhos, é muito importante estabelecer as regras para uma futura utilização.

Regras quanto ao uso de aplicativos, quanto ao correto uso do aparelho, as consequências do mau uso devem estar bem claras para os pequenos.

Isso é muito importante para conter excessos de uso, que podem causar diminuição da atenção, problemas de sono, de socialização, dores nos punhos e outros problemas que prejudicam o desenvolvimento saudável das crianças.

Outra dica que pode ajudar caso você continue na dúvida é conversar com outros pais que deram um smartphone aos seus filhos.

Mantenha a vigilância e estimule outras brincadeiras

Antes e depois de dar um smartphone aos seus filhos, mantenha a vigilância quanto ao uso, pois o aparelho não pode virar o principal passatempo dos pequenos.

Eis algumas dicas:

  • Estabeleça um horário para as lições de casa, bem como para outras tarefas, como as refeições e a hora de dormir;
  • Estimule-o a fazer um uso saudável do smartphone com jogos divertidos, mas também educativos;
  • Matricule-os em atividades extras, como natação, inglês, judô, etc., para que elas se desenvolvam socialmente;
  • Incentive-os a continuarem interagindo com seus colegas e também dentro de casa com atividades reais. Nesse caso, jogos, brincadeiras e o tradicional playground continuam fazendo toda diferença no estímulo de um desenvolvimento infantil saudável e feliz.

E você, já deu um smartphone aos seus filhos? Conte para nós a sua experiência e, caso tenha algumas dicas sobre esse tema, deixe o seu comentário.

Aproveite e confira 10 ideias de brincadeiras para crianças que vão proporcionar ótimos momentos fora do ambiente virtual. Até a próxima!

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

topo