Parques infantis em negócios: por que você perde dinheiro sem um playground?

BurgerLab-www.kidsfunincyprus.com-4.jpg

Os parques infantis em negócios que lidam com a frequência de clientes com crianças podem fazer toda diferença para que eles se mantenham no mercado – ainda mais por conta da insegurança das nossas cidades, com opções de entretenimento ao ar livre cada vez mais escassas.

Condomínios, escolas, hotéis, restaurantes, lojas de departamento e uma infinidade de outros negócios podem estar, sim, perdendo dinheiro sem um playground, em tempos em que locais kids friendly estão sendo muito requisitados.

Quer saber os motivos de você perder dinheiro sem um playground?

1. Porque seus clientes que têm filhos ficarão menos tempo em seu estabelecimento

Quando os pais ou os responsáveis pelos pequenos escolhem frequentar locais com playground, eles acabam ficando mais tempo, pois sabem que seus pequenos estão seguros e se divertindo.

E por ficarem mais tempo no estabelecimento, esses clientes acabam consumindo mais, o que aumenta o seu faturamento e diminui o tempo do retorno sob o investimento na compra do playground infantil.

2. Porque diminui o índice de retenção de clientes

A falta de parques infantis em negócios também pode prejudicar a fidelização dos seus clientes que frequentam o local com a garotada, mesmo que o seu estabelecimento seja focado nesse público.

E quando os clientes não têm uma experiência positiva, dificilmente retornam ao local. Portanto, separe um espaço para construir uma área kids para que os pequenos se divirtam, com a presença de monitores, e os adultos tenham bons momentos entre si.

3. Porque você deixa de atender a um nicho que cresce no Brasil

Com as novas configurações de família que estão surgindo, como mães e pais que cuidam sozinhos dos filhos, a tendência é que essas famílias priorizem estabelecimentos que têm opções de entretenimento para as crianças.

Por isso, os parques infantis em negócios que atendam a esse mercado são grandes atrativos em cidades de pequeno, médio e grande porte.

4. Porque os parques infantis em negócios podem gerar uma nova fonte de faturamento

Novas ideias e oportunidades podem ser geradas quando se existem parques infantis em negócios. Alguns exemplos:

  • alugar o espaço para festas infantis;
  • promover eventos para a garotada, como Dia das Crianças, cinema infantil, brincadeiras monitoradas, etc., cobrando ingressos limitados para participação;
  • no caso de restaurantes, elaborar um cardápio especial para os pequenos (que não precisarão dividir um prato com seus pais);
  • no caso de condomínios, valorizar o imóvel na hora da venda ou do aluguel, por conta da presença de um playground.

E agora, por onde começar?

É muito simples montar parques infantis em negócios – apenas alguns cuidados precisam ser tomados.

Um deles, por exemplo, é adquirir os brinquedos devidamente certificados pelo Inmetro e de acordo com as recomendações de segurança da ABNT.

O outro cuidado é escolher um material que seja resistente e seguro para as crianças, como é o caso da madeira plástica, uma opção ecológica e que apresenta muitos pontos positivos, além de ser fácil de limpar e realizar manutenção.

Aqui neste post separamos algumas dicas importantes para você saber como fazer um orçamento de playground infantil com o melhor custo-benefício do mercado, para que você não perca dinheiro e aumente o seu faturamento.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

topo