[Marketing Político] O Guia para as Eleições de 2018

mkt-politico.jpg

As eleições de 2018 prometem muitas mudanças no cenário político brasileiro. A tendência de utilizar a internet como palco principal dos candidatos ganhará ainda mais força – e nesse sentido, o Marketing Político precisa ter estratégias bem fortalecidas e voltadas a esse público.

Portanto, no post de hoje vamos mostrar as melhores práticas de Marketing político nos meios digitais para que as campanhas sejam certeiras e alcancem o maior número possível de eleitores potenciais.

O que é Marketing Político?

O Marketing Político nasceu do marketing tradicional – aquele voltado à publicidade de produtos e serviços. A diferença, é claro, está no ambiente: nesse caso, o político torna-se o “produto” e o eleitor torna-se o “consumidor”. Então, estratégias são utilizadas para estreitar essa relação. Esse tipo de marketing também é chamado de Marketing Eleitoral.

Em tempos digitais, o Marketing Político ganhou ainda mais força, pois é preciso ter estratégias bem definidas para se alcançar o público virtual, principalmente nas redes sociais. Afinal, esse tipo de público está acostumado a ter respostas rápidas aos questionamentos e quer saber em tempo real quais são as intenções do candidato, seu plano de governo e o que ele já fez pela população.

Por que o Marketing Político nos meios digitais irá determinar o sucesso ou fracasso dos candidatos em 2018?

Justamente esse imediatismo gerado pela internet é que pode fazer com que as campanhas de 2018 sejam um sucesso ou fracasso.

Além das propagandas convencionais no rádio, na televisão e no impresso – onde, à exceção dos debates ao vivo – os programas são gravados e editados com certa antecedência, nas redes sociais o candidato precisa estar próximo diariamente do eleitor, e em tempo real: mostrar suas ações, suas metas, o que já fez e o que pretende fazer para conquistar o cargo.

E ainda, precisa estar atento aos questionamentos do público e sempre procurar respondê-los com clareza, objetividade e respeito.

Como isso não é uma tarefa simples, os candidatos que tiverem uma boa equipe voltada para o Marketing Político também no universo digital, certamente se destacará dos demais concorrentes.

Caso contrário, a imagem do candidato pode ser seriamente manchada por pequenos deslizes, como erro na linguagem, falta de comunicação com o público, informações desencontradas, etc.

Quais são as melhores práticas do Marketing Político para ficar de olho em 2018?

Vejamos algumas práticas que você, candidato, precisa ficar de olho para aproveitar ao máximo o potencial do Marketing Político nas próximas eleições:

  • Site com conteúdo: não basta ter um site; é preciso abastecê-lo diariamente no período eleitoral com conteúdo realmente relevante para o eleitorado. Informações sobre a história do candidato, o que ele já fez, detalhes sobre seu plano de governo, sua agenda como candidato e tudo o mais que for possível para que ele seja conhecido pelo público.
  • E-mail e Newsletter: enquanto o e-mail é uma forma de você se aproximar do seu eleitor potencial, enviando informações e respondendo a questionamentos, a newsletter é um periódico eletrônico no qual você envia informações relevantes para seu público. Mas cuidado: tenha uma periodicidade programada para não aborrecer o eleitor com tantos e-mails.
  • Redes sociais: é uma ótima ferramenta para se manter presente na rotina do eleitor. Você pode gravar vídeos caseiros mostrando sua agenda de campanha, responder aos questionamentos e até promover lives (vídeos ao vivo) para seu público.

O que a campanha de Dória pode ensinar aos candidatos de 2018

O atual prefeito de São Paulo, João Dória (PSDB) é um exemplo de candidato que faz bom uso do Marketing Político Digital.

Com uma forte presença nas redes sociais mostrando sua rotina de trabalho que começa desde cedo, ele vem se mostrando como um gestor trabalhador junto à sua equipe de marketing. Com isso, Dória vem demonstrando eficiência em sua gestão, tanto nas ações diárias (pois ele faz questão de publicar seus principais atos na internet), quanto nas rápidas respostas aos questionamentos da população.

Mas lembre-se: de nada adiantará você contratar a melhor equipe de Marketing Político se não tiver propostas consistentes e que vão de encontro aos anseios da comunidade, tais como saúde, educação, transporte, lazer, segurança, empreendedorismo, etc. Então, prepare-se desde já.

Se você se interessou pelo assunto e quer saber mais detalhes sobre o universo do Marketing Político e sobre como João Dória vem usando essa estratégia a seu favor, temos um e-book especial sobre o tema que você pode baixar gratuitamente abaixo! Até a próxima!

cta-prefeituras

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

topo