Esclarecemos 6 dúvidas sobre a administração de condomínios

esclarecemos-6-duvidas-sobre-a-administracao-de-condominios.jpeg

Morar em condomínios traz muitas facilidades para o dia a dia. Nesses complexos residenciais, as pessoas têm mais segurança e acesso a benefícios, como as áreas de lazer, ótimas para as crianças. Porém, para que tudo corra em ordem, é preciso cuidar para que o condomínio tenha uma boa administração. 

Tanto síndicos quanto moradores têm uma série de dúvidas em relação aos direitos e deveres de quem mora em prédios. Muitas vezes, alguns mitos ou mal-entendidos sobre o funcionamento do condomínio podem desestabilizar a harmonia entre os condôminos e até dificultar o trabalho do síndico. 

Para fazer da administração de condomínios uma tarefa mais fácil, esclarecemos seis dúvidas que vão ajudar você a saber mais sobre a gestão dessa vida em comunidade. Confira! 

Síndico deve estar 24 horas por dia à disposição?

O síndico tem a função de cuidar das tarefas e da administração do condomínio, portanto ele pode e deve estabelecer um horário de trabalho. Fora do período desejado, ele pode orientar funcionários, como porteiro ou zelador, a agirem como intermediários no caso de algum problema ou reclamação. Sua presença é indispensável se a situação for de urgência.

Zeladores podem cobrir horário de outros funcionários?

O zelador tem a função de agir como um gerente dos outros funcionários e de cuidar para que todos os trabalhos do condomínio estejam em ordem. Por isso, ficar na portaria e cobrir almoço ou férias não faz parte desse cargo. O zelador só deve substituir algum funcionário em caso de emergência e eventualmente. 

Áreas de lazer encarecem o condomínio?

Uma área de lazer, como playgrounds, traz inúmeros ganhos para os moradores e representam um bom investimento. O custo está diretamente relacionado ao número de apartamentos, uma vez que as despesas são rateadas entre os moradores. Sendo assim, uma boa área de lazer não impacta necessariamente em um valor mais alto na conta. 

O condomínio pode proibir animais de estimação?

A proibição total não costuma ser efetiva, uma vez que muitas decisões judiciais atualmente são favoráveis à presença de animais de estimação em apartamentos residenciais. Sendo assim, para evitar problemas, o melhor é regulamentar a situação na convenção do condomínio, esclarecendo que a presença de animais de pequeno porte não oferece ameaça.

A assembleia de condomínio é suprema na hora de tomar decisões?

Alguma resolução tomada durante uma assembleia não pode estar em conflito com o que está escrito na convenção do condomínio ou entrar em choque com a legislação vigente. Caso seja necessário mudar algo na convenção ou incluir algum assunto, é preciso, antes de tudo, redigir e registrar outro documento em cartório. 

O síndico pode realizar obras mesmo sem a autorização dos moradores?

O síndico pode apenas realizar, sem consultar antes os condôminos, obras que são necessárias, como manutenções ou reformas estruturais. Obras para melhorias extras ou mudanças estéticas só podem ser feitas caso os moradores concordem. 

Desfrutar de uma vida em condomínio em harmonia é possível quando todos estão cientes das regras e colaboram para uma rotina de bem-estar. Assim, apesar dos desafios, a administração de condomínios se torna uma missão mais prática e descomplicada! 

Gostou do nosso post? Ainda tem alguma dúvida sobre administração de condomínios? Conte para a gente nos comentários! 

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

topo