Boas práticas para conviver bem com os vizinhos

Untitled-design-Facebook-post-Custom-dimensions-Custom-dimensions-Custom-dimensions-2.png

Conviver bem com os vizinhos pode ser uma tarefa simples ou desafiadora, pois isso depende de vários fatores e algumas regras a serem seguidas para que tudo seja feito com naturalidade. Não é incomum, afinal, casos de brigas entre vizinhos por motivos bobos que poderiam facilmente ser resolvidos com alguns cuidados.

Portanto, no post de hoje separamos algumas dicas bem práticas para que você, seja morador de condomínio de apartamento ou de casa, consiga conviver bem com os vizinhos, respeitando os espaços e os limites dessa convivência.

Vamos lá:

1. Apresente-se aos novos vizinhos

Se você é um novo morador do local ou sempre que você souber de algum novo morador, apresente-se de maneira simples e adequada e coloque-se à disposição para ajudar caso o vizinho precise ou tenha alguma dúvida sobre o local.

Se você achar conveniente e houver uma afinidade entre vocês, também vale convidá-lo para um cafezinho para criar um vínculo de amizade. E caso você não ache conveniente, ou simplesmente não queira fazer novas amizades, tudo bem. Apresente-se, coloque-se à disposição e sempre cumprimente-o quando se encontrarem.

2. Esteja presente nas reuniões do condomínio

Quem vive em condomínios residenciais ou edifícios sabe que eventualmente se é convocado para uma assembleia ou reunião.

Não deixe de ir, pois isso demonstra que você tem interesse pelos problemas da comunidade, além de ficar a par das decisões de melhorias no local e, inclusive, poderá discutir sobre o aperfeiçoamento das regras de convivência.

Além disso, muitas pessoas vivem reivindicando seus direitos, mas nunca estão presentes quando as decisões ou discussões são tomadas. Ainda por cima, vivem colando aqueles famosos bilhetes nos elevadores e corredores reclamando de algo ou dando alguma indireta a um determinado vizinho. Por isso essas reuniões são importantes para se resolver conflitos com a ajuda de todos.

3. Respeite as regras de convivência

Existem regras de convivência essenciais para se conviver bem com os vizinhos, mantendo a paz e o bom senso no local. Por exemplo:

  • não utilizar a vaga de garagem de outro morador;
  • colocar o lixo nos locais e horários certos;
  • evitar fazer mudanças e reformas fora dos horários estipulados;
  • não ficar segurando a porta do elevador aberta, impedindo o uso dos demais;
  • não entrar no elevador apressado, sem esperar que o outro saia dele;
  • respeitar os horários de festas estipulados pelo condomínio;
  • tomar cuidado com o volume do som de televisores e aparelhos de música;
  • evitar andar de salto ou sapato barulhento tarde da noite, incomodando seus vizinhos do andar de baixo.

4. Aprenda a conviver bem com os vizinhos problemáticos

Nós já falamos aqui neste post (e neste aqui também) sobre esse tema. Muitas vezes, brigas pessoais entre vizinhos não ficam a cargo do síndico resolver; às vezes, o vizinho problemático sequer sabe que está sendo problemático.

Então, se o seu vizinho é barulhento ou não anda seguindo as demais regras de convivência, em primeiro lugar procure-o e tente conversar com ele de forma pacífica, explicando a situação e suas razões. Às vezes esse gesto pode ser o suficiente para resolver o problema.

Mas se mesmo assim o morador não tomou nenhuma providência, então para conviver bem com os vizinhos, talvez seja hora de apelar para o condomínio, informando ao síndico sobre a situação. Em certos casos, cabe até mesmo ao advogado do condomínio tomar providências.

Em todas essas situações, procure sempre manter a calma e não trate mal o seu vizinho, mesmo que você esteja coberto de razão. Seja sempre educado para evitar brigas. E se você puder, tome você mesmo algumas providências em sua casa ou apartamento, seja instalando portas e janelas antirruídos, instalando um ar-condicionado no quarto e outras soluções para melhorar a sua qualidade de vida.

Gostou das dicas para conviver bem com os vizinhos? Caso você tenha outras dicas ou quer compartilhar a sua experiência sobre esse assunto com a gente, deixe o seu comentário!

Aproveite para ler esse post que pode ser do seu interesse e também de seus vizinhos: Como construir uma praça pública em seu condomínio? Até a próxima!

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

topo