5 Perguntas sobre a segurança do playground que todos os pais deveriam fazer

aq.jpg

Brincar no playground, seja da escola, do condomínio ou da pracinha pública da cidade, certamente faz a alegria da garotada – e ainda contribui para o desenvolvimento saudável dela.

Mas para proporcionar toda essa alegria aos filhos, é fundamental que os pais verifiquem se o playground é realmente seguro para evitar riscos para os pequenos.

Pensando nisso, no post de hoje separamos 5 perguntas sobre segurança do playground que todos os pais deveriam fazer aos responsáveis pelo brinquedo:

1. O playground passa por vistoria?

A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), em sua NBR 16.071, recomenda que haja vistorias diárias no playground para se verificar pequenas avarias e irregularidades que devem ser consertadas imediatamente.

Essa vistoria diária pode ser feita pelo síndico, pelo agente da comunidade, pelo proprietário do estabelecimento ou até mesmo por uma mãe ou pai designados para a tarefa.

Além disso, a cada seis meses, deve-se realizar uma vistoria técnica para se observar as estruturas e os demais pontos que compõem o playground e a área em que ele está instalado. E uma vez por ano, deve-se realizar uma vistoria com responsabilidade técnica, onde se verifica todos os requisitos de segurança listados na norma.

2. O piso do playground é apropriado?

Não basta apenas instalar o playground numa área livre e permitir a entrada de crianças. Para a segurança delas, o produto precisa estar ao redor de um piso ideal para o amortecimento de quedas.

Portanto, a ABNT recomenda que os pisos devem ser de areia, grama, tapete emborrachado ou outro material macio que possa absorver impactos, impedindo que a criança se machuque caso caia, protegendo suas articulações.

Portanto, evite que seus filhos brinquem em playgrounds com pisos rígidos, como de asfalto ou concreto.

3. Como é a área de circulação do playground?

O espaço de circulação do playground é uma pergunta muito importante que você precisa fazer para garantir a segurança dos pequenos.

Os brinquedos, por exemplo, não devem estar próximos demais uns dos outros – a ABNT recomenda que haja uma distância mínima de 1,30 metro entre eles para se evitar acidentes. É preciso que o playground tenha espaço suficiente para que as crianças possam transitar e trocar de brinquedo.

Também é preciso verificar se o playground está localizado numa área de circulação segura. Por exemplo, ele não deve permanecer próximo a garagens no condomínio ou próximo demais da rua em caso de outros estabelecimentos ou ao ar livre.

Isso nos leva à próxima pergunta:

4. Quais são os itens de proteção existentes no playground?

Um playground seguro é aquele que existe toda uma rede de proteção para as crianças. Então, verifique se o local é cercado para impedir que as crianças invadam a área correndo, o que pode fazer com que se machuquem ou choquem com os brinquedos em movimento, como os balanços.

Os brinquedos mais altos, como as pontes e as casinhas, também precisam contar com guarda-peito e barreiras protetoras em sua estrutura.

5. Os playgrounds em áreas fechadas contam com monitores?

A última pergunta que você deve fazer é se no caso de playgrounds em locais fechados, como shoppings, restaurantes, escolas, clubes e parques recreativos, existe a presença de monitores – e se eles estão em quantidade suficiente para olharem as crianças.

Caso contrário, se você não puder estar com seu filho monitorando-o, é essencial chamar alguém de confiança para cuidar dele, evitando que fique sozinho no parquinho. Lembre-se de que todo cuidado é pouco quando o assunto são os nossos filhos!

Então, fique sempre atento a todas as questões que comentamos no post de hoje e tenha certeza de que os pequenos estão se divertindo em lugares seguros e com manutenção em dia.

Falando nesse assunto, separamos um post especial sobre 5 cuidados indispensáveis para qualquer parquinho infantil. Lá tem outras dicas preciosas sobre o assunto. Até a próxima!

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

topo